#LendoOsHathaways – Sedução ao amanhecer

05

“Uma maldição só tem poder se você acreditar nela.”

Dando sequência no projetinho de leitura da série Os Hathaways, da Lisa Kleypas, chegamos a Sedução ao amanhecer, o livro dedicado ao relacionamento entre Merripen e Win, a irmã de Amelia (protagonista de Desejo à meia-noite).

Assim como Cam, o mocinho do primeiro livro, Merripen é um cigano – o que por si só já faz com que muitas pessoas virem a cara para ele ou o olhem com desconfiança. O fato de ele ser um tanto arredio e “selvagem” também não ajuda na sua causa, mas uma coisa é inegável: a dedicação e os laços de afeto que os prende aos Hathaways. Mas o laço mais profundo é o seu amor oculto por Win, a segunda irmã mais velha.

Winnifred é conhecida por ser a mais delicada e amorosa da família… Mas uma grave doença prejudicou profundamente a sua saúde, fazendo com que ela não possa aproveitar a vida da forma que deseja – incluindo viver um romance com um Merripen bastante relutante. Para mudar sua situação, ela decide se internar em uma clínica na França para se submeter a um novo tratamento, com a esperança de que, assim, o homem que ama decida finalmente ficar com ela.

Não precisamos nem dizer que o retorno de Win à Londres será explosivo, e nem que não trará velhos sentimentos à tona, certo? Adicione a isso um mistério e descobertas reveladoras… E temos a trama deste livro!

Desde que terminei a leitura de Desejo à meia-noite, estava bastante ansiosa para conferir o embate a relação de Win e Merripen. A reticência e o sofrimento palpável do rapaz me deixaram bastante curiosa – acho que é uma herança da paixão por personagens masculinos atormentados – e queria saber mais sobre seu passado.

Win também é uma personagem bastante cativante: ela não deixa que a sua saúde frágil determine quem ela é e decide lutar com unhas e dentes por aquilo que deseja – mesmo que para isso ela tenha que arriscar a sua vida.

Particularmente, gostei bastante da forma como a autora foi entrelaçando a história desses dois personagens, começando desde a chegada traumática de Merripen à casa dos Hathaways até a dedicação do rapaz em mantê-la sempre segura e confortável.

Também gostei da forma como Lisa Kleypas não se prendeu apenas ao romance dos dois, mas explorou também a origem cigana de Merripen e Cam – que podem estar mais conectadas do que a gente pensava.

Contudo, o que fez a obra perder alguns pontos comigo foi o fato de, mais uma vez, a autora ter inserido um certo suspense de última hora, com um vilão bastante caricato. Assim como aconteceu no volume anterior, o conflito de dá de forma um tanto abrupta e atravessada, e passou longe de se tornar crível para o leitor.

Porém, apesar disso, ouso arriscar a previsão de que esse pode ser o meu favorito da série… Será que os outros o irão destronar?

Ficha Técnica:

Título: Sedução ao amanhecer

Autora: Lisa Kleypas

Editora: Arqueiro

Páginas: 247

País: Estados Unidos

Avaliação: 3.5/5 estrelas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *